Natureza – Ralph Waldo Emerson


Ralph Waldo Emerson nasceu em 25 de maio de 1803 em Boston e foi um famoso escritor, filósofo e poeta americano. Foi pastor em Boston, mas, abandonou a atividade por divergências doutrinárias.

Natureza foi publicado em 1836 e é considerado um dos mais importantes trabalhos de Emerson e serviu de inspiração para importantes escritores como Walt Whitman, Emily Dickinson e Henry David Thoreau em Walden, um dos mais importantes clássicos americanos.

Esse livro é visto como um dos pilares do transcendentalismo e foi responsável por transformá-lo em um movimento cultural focado entre outras coisas, no respeito a natureza.

Morreu em 27 de abril de 1882 em sua casa em Concord, Massachusetts nos Estados Unidos.

Ralph Waldo Emerson, juntamente com Thoreau, é considerado um dos pais do transcendentalismo. Natureza é uma obra que nos faz refletir sobre o que está ao nosso redor. Uma pergunta que está logo nas primeiras páginas é a prova disso: 

“Indaguemos: com que fim existe a natureza?” p.10 

Se analisarmos bem, teremos uma resposta bem ampla, pois somos cercados pela natureza. Ela faz parte do nosso dia a dia e é algo tão presente que muitas vezes não notamos, nem damos o devido valor. 

Se torna mais fácil entender quem somos quando olhamos para a Natureza. “Sou uma porção de Deus”, outra frase célebre que encontrei no livro e nos remete a olharmos para nós mesmos como seres, criados com algum propósito. Pois cada coisa que existe na natureza tem um propósito. 

O autor explora pontos como bens materiais, linguagem, beleza, disciplina, idealismo, interligando isso aos aspectos naturais. 

É um livro para analisar cada detalhe e enriquecer nosso conhecimento, uma vez que “... nós somos tão estranhos à natureza como somos alheios a Deus.” p. 78

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Menestrel - William Shakespeare

Resenha do livro O Conde de Monte Cristo

Resenha de Apegados