Resenha do livro A Força que nos Atrai

10 de março de 2018

A força que nos atrai é o quarto e último livro da série Elementos. As histórias são independentes, portanto, se você não leu os demais, não tem problema. A capa desse livro ficou um pouquinho ousada, não? Mas não é o que parece, nada de erótico, a Brittainy C. Cherry pega leve nas cenas mais românticas.

Graham Russell faz o estilo autor atormentado. Os problemas que teve na infância com o pai faz dele um homem fechado e até arrogante, às vezes. Ele é casado com Jane e os dois vivem um relacionamento bem frio, cada qual focado mais em seu trabalho que no casamento. No entanto, Jane está grávida, e isso, de certa forma, os une um pouco mais. Mas a gravidez não ocorre como planejado, a menina nasce com problemas e Jane abandona a família. (Não é spoiler, está na sinopse).

Lucy acaba cruzando o caminho de Graham. Há uma ligação entre eles e, por conta disso, Lucy toma a decisão de ajudar Graham a cuidar da filha. Aí já dá para deduzir o que acontece, né? 

Demorei a gostar do livro. Lucy, apesar de ser legal e tudo mais, não foi uma personagem que me encantou. E Graham era muito grosso! No entanto, a história no final acaba envolvendo, pois traz alguns fatos emocionantes. A autora sempre aborda alguns conflitos interessantes para se pensar em seus livros e, com A força que nos atrai, não foi diferente. Abuso doméstico, briga entre irmãos, relacionamentos sem amor, falta de amor-próprio... Brittainy é mestra em trazer esses temas à tona. E a história de outros personagens abrilhanta mais o livro. Recomendo a leitura. 

Vamos conhecer os demais livros?

4. A força que nos atrai

Resenha do livro Príncipe Mecânico

9 de março de 2018



O coração humano esconde tesouros
Em segredo guardados, em silêncio selados;
Os pensamentos, as esperanças, os sonhos, os prazeres,
Seus encantos quebrariam se revelados

Charlotte Brontë


Um triângulo amoroso. Muita gente não gosta de histórias assim, não é mesmo? Pois bem, eu sou uma delas. No entanto, quando se trata da autora Cassandra Clare podemos abrir uma exceção bem grande, porque tudo o que ela escreve é simplesmente maravilhoso. E ela caprichou nas declarações românticas que tanto Jem quanto Will fizeram à Tessa.

Príncipe Mecânico é o segundo livro da trilogia As Peças Infernais. No primeiro livro, Anjo Mecânico, somos apresentados ao universo dos Caçadores de Sombras antes do que vimos em Os Instrumentos Mortais. (Vou deixar os links no final, caso você esteja sem entender do que estou falando. Rsrs).

Neste segundo livro da trilogia, Tessa está no Instituto de Londres, vivendo sob a guarda de Charlotte e em companhia dos demais Caçadores de Sombras. A busca por encontrar o Magistrado e entregá-lo à Clave é o foco de todos. Mas, a busca por ele fica em segundo plano na história quando duas surpresas são reveladas: uma delas envolve Benedict Lightwood (que pretende tomar a direção do Instituto de Charlotte) e a outra envolve Jessamine (que decepciona a todos).

Cassandra Clare nos presenteou também nessa história com doses extras de romantismo. A chegada dos irmãos Gabriel e Gideon ao Instituto para treinarem Tessa e Sophie trouxe boas surpresas amorosas. Adorooo!

Henry e Charlotte também tiveram seus momentos. Um grande mal-entendido paira entre os dois em boa parte da história, mas no final tudo se resolve. O mesmo não acontece com Tessa. Pois seu coração se encontra dividido em dois. E não é para menos.

"Posso oferecer-lhe minha vida, mas é uma vida curta; posso oferecer meu coração, apesar de não saber quantas batidas lhe restam. Mas a amo o bastante para torcer que não se importe com meu egoísmo de tentar fazer o resto da minha vida, seja qual for a sua duração, feliz, ao seu lado". James Carstairs

Jem, sempre tão romântico. Um amor de personagem. No lugar de Tessa, eu não teria dúvidas. Mas aí vem o Will e faz uma declaração envolvendo livros! Aí é de amolecer o coração de qualquer uma:

"Você e eu, Tess, somos parecidos. Foram os livros que me impediram de me matar depois que achei que não pudesse amar ninguém, nem ser amado por ninguém. Foram os livros que fizeram com que eu sentisse que não estava completamente sozinho. (...) Sonhei o que você sonhava, quis o que você queria, e então percebi que o que eu realmente queria era você. A menina por trás das cartas. Eu a amei desde o instante em que as li. E ainda amo." William Herondale

Não é à toa que a nossa querida Tessa desabou depois do que esses meninos fizeram com ela:

" - Ainda não partiu o coração dele, partiu?
- Não - disse Tessa. Só quebrei o meu em dois. - Não parti o coração dele."

Ah, e antes que eu esqueça. Apesar de todo romantismo, o que conquistou mesmo o meu coração foi a relação parabatai entre Jem e Will. Deu para sentir a ligação. O que não aconteceu com Jace e Alec na série Os Instrumentos Mortais.

Vamos aos links?

Série Os Instrumentos Mortais:








Série As Peças Infernais


2. Príncipe Mecânico

3. Princesa Mecânica

Crônicas Saxônicas

6 de março de 2018

Depois de ler As Crônicas de Artur, fiquei com vontade de conhecer mais sobre os livros de Bernard Cornwell. São muito bem recomendados e, pelo pouco que conheci, achei que valeria a pena encarar mais uma maratona de leitura de uma série tão extensa. 

Acredito que até o final deste ano terei concluído esses dez livros que já foram publicados. Farei aqui a relação deles para que eu não me perca e para que vocês possam conhecer também.

Posto aqui a capa e sinopse do primeiro livro. E o título dos demais. Conforme for terminando a leitura dos livros, escreverei uma resenha para cada um deles. Aguardem!

O Último Reino é o primeiro romance de uma série que contará a história de Alfredo, o Grande, e seus descendentes. Aqui, Cornwell reconstrói a saga do monarca que livrou o território britânico da fúria dos vikings. Pelos olhos do órfão Uthred, que aos 9 anos se tornou escravo dos guerreiros no norte, surge uma história de lealdades divididas, amor relutante e heroísmo desesperado. Nascido na aristocracia da Nortúmbria no século IX, Uthred é capturado e adotado por um dinamarquês. Nas gélidas planícies do norte, ele aprende o modo de vida viking. No entanto, seu destino está indissoluvelmente ligado a Alfred, rei de Wessex, e às lutas entre ingleses e dinamarqueses e entre cristãos e pagãos.

5. Terra em Chamas
6. Morte dos Reis
7. O Guerreiro Pagão
8. O Trono Vazio
9. Guerreiros da Tempestade
10. O Portador do Fogo

Apreciando a Leitura - Grupo no WhatsApp

Vocês sabiam que temos um grupo de leitura no WhatsApp?

Pois é, temos!

A cada mês, seleciono três livros para serem lidos durante o mês. Não é obrigatório ler todos. Aliás, não é obrigatório ler nenhum. Rsrs. São só sugestões de livros baseadas em leitura clássica, atual e muito recomendada.

Veja o que vamos ler neste mês:


Quem quiser fazer parte, é só entrar em contato. Até mais!!!

Série Estilhaça-me

5 de março de 2018

Semana passada eu tive uma notícia tão boa... Recebi um e-mail que falava sobre o lançamento de Restaura-me, que será no próximo mês. Fiquei bem surpresa porque não sabia que a autora tinha dado continuidade à trilogia. Podem me chamar de desatualizada, mas essa eu deixei passar. 😕

Recorri aqui aos meus registros antigos e descobri que li Estilhaça-me (primeiro livro da série) em 2012. Faz um tempinho, né? Mas esse livro superficou no meu coração e eu estou louca para ler mais sobre esses personagens maravilhosos e me deleitar na escrita criativa da Tahereh Mafi. Ela é muito fofa! 

Vamos à sinopse? É bem curtinha. Espera, não leia agora. Passe para o próximo parágrafo.

A história de Juliette e Warner continua no eletrizante novo volume da série Estilhaça-me, de Tahereh Mafi, autora best-seller do The New York Times. Juliette Ferrars acreditava ter vencido. Assumiu o controle do Setor 45, foi nomeada nova Comandante Suprema da América do Norte e agora conta com Warner ao seu lado. No entanto, quando a tragédia se instala, Juliette precisa confrontar a escuridão que existe tanto à sua volta quanto em seu interior.

Se você não conhece a série e ficou um tanto a fim de conhecer, não leia a sinopse, porque aí contém um baita spoiler, né? Mas, se você já conhece e está, assim como eu, ansiosa por esse lançamento, é só conferir.

E tem mais. Se você até leu o livro, mas não lembra muito bem da história, vamos checar as resenhas que escrevi sobre os livros? É só clicar nos links abaixo. Bjs!




A trilogia é essa acima, mas a autora também escreveu contos com o ponto de vista dos personagens:



Veja a resenha do 4º livro da série: Restaura-me.