Resenha do livro Como lidar com a teimosia de seu filho

19 de maio de 2015

Como lidar com a teimosia do seu filho


Sempre gostei de temas relacionados à família. E desde que me tornei mãe amo ler sobre crianças, mais precisamente como lidar com elas. Então quando me deparei com o livro Como lidar com a teimosia do seu filho, do psicólogo e terapeuta familiar, James Dobson, não hesitei em comprar o livro. 

No início apreciei muito a leitura, mas depois não concordei com alguns conselhos do Dr. Dobson. Essa questão de educar filhos é algo muito pessoal. O que funciona para uns não funciona para outros. E o que é bom para algumas famílias não é bom para outras. A verdade é que o Dr. Dobson entra na famosa e polêmica questão do "bater" para educar, para fazer o filho lhe respeitar, para ele entender quem é que manda...

O Dr. Dobson não foi agressivo, ele até enfatiza a questão de demonstrar amor após "disciplinar" o filho. Mas após algumas experiências pessoais e leituras sobre o assunto, posso afirmar que sou contra bater. Mas também não sou extremista, não acho que o fato de bater irá transformar uma criança rebelde, traumatizada, etc. E falo de palmadas, não de agressão. Levei palmadas quando criança e amo meus pais e também não fiquei traumatizada. Se levei as palmadas foi porque as mereci. E hoje, como mãe, eu sei mesmo que mereci as palmadas!

No entanto, eu acredito que os pais, quando recorrem às palmadas, é porque estão cansados, não sabem mais o que fazer ou querem resolver logo o assunto. Então, por isso, sou contra as palmadas. Apesar de estarmos fatigados, o melhor é mandar o filho para o quarto e tentar um diálogo depois. E, se preciso, dar uma punição. Privar o filho de algo que ele goste como TV, computador, tablet, enfim, cada família saberá como agir.

Mesmo não concordando com alguns pontos de vista do Dr. Dobson, eu li o livro inteiro e pude aprender algumas coisinhas novas. O livro fala bastante sobre como as crianças são capazes de manipular os pais. Então não se iludam, seus pequenos são capazes de fazer coisas que vão lhe surpreender para ter o que querem. É preciso muito autocontrole e sabedoria para saber educar os pequenos. 

Uma frase do livro me encantou bastante:

"Oh, sim, filhos custam caro, mas valem o preço. Além disso, nada que tem valor é barato."

Eu te darei o sol

4 de maio de 2015
Gente, eu dei uma sumida, não foi? Todos os dias lembro deste blog, mas tempo para atualizá-lo é que é difícil: Trabalho, casa, filhos... Já viu, né? 

Mas o que eu queria dizer para vocês é que eu recebi um e-mail da Editora Novo Conceito dizendo que em junho eles farão o lançamento de um livro super, super, superlegal. Só sei um pouco do que se trata a história, mas pela autora e por seu primeiro livro que li e amei, sei que também vou amar. O título é "Eu te darei o sol". Já curti.

Sabem quem é a autora? Jandy Nelson. E o livro dela que amei muito é O céu está em todo lugar. Lembram? Confiram a resenha aqui.


Confiram a sinopse do livro:


Eu te darei o sol - Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia.

Mal-entendidos, ciúmes e uma perda trágica os separaram definitivamente. Trilhando caminhos distintos e vivendo no mesmo espaço, ambos lutam contra dilemas que não têm coragem de revelar a ninguém.

Contado em perspectivas e tempos diferentes, EU TE DAREI O SOL é o livro mais desconcertante de Jandy Nelson. As pessoas mais próximas de nós são as que mais têm o poder de nos machucar.


Eu te darei o sol

Confira a resenha do livro Eu te darei o sol aqui.