Quem leu?

31 de julho de 2015
Nunca li nenhum livro do Augusto Cury, mas já ouvi falar muito bem de seus livros. Quem sabe um dia eu me aventure...

Acabei encontrando esse livro por acaso e pensei ser interessante. Compartilho com vocês a sinopse:


Pais Inteligentes Formam Sucessores, Não Herdeiros - Quando nos tornamos pais, assumimos o compromisso de criar um indivíduo que levará nossa herança para o mundo-não apenas a carga genética e os bens materiais, mas também, e principalmente, nossos valores e nossa cultura. Mas como saber que estamos acertando com os nossos filhos?

A formação de sucessores é uma das áreas mais vitais da educação de mentes brilhantes. Neste livro, o conceituado psiquiatra e psicoterapeuta Augusto Cury aborda dois conceitos que dizem muito sobre a nova geração e o futuro das nações: herdeiros e sucessores.

Deixando de lado a definição clássica, Cury vê os herdeiros como gastadores imediatistas, que não enriquecem nem cultivam os bens e conhecimentos que adquiriram de seus pais e mestres. Já os sucessores sabem transformar o que lhes foi transmitido e pensam a médio e longo prazo. Herdeiros vivem à sombra dos outros, enquanto sucessores constroem seu próprio legado.

Neste livro único e extremamente instrutivo, Cury apresenta um conjunto de técnicas para que pais, professores e líderes possam corrigir a rota da educação, se necessário, e saibam como preparar os jovens para serem sucessores e assumirem seus papéis na sociedade.

Resenha do livro Eu te darei o sol

9 de julho de 2015





Fiquei muito feliz com o lançamento desse livro. Antes mesmo de saber do que se tratava eu já estava ansiosa. Simplesmente porque Jandy Nelson é uma escritora capaz de agradar até mesmo quem não gosta de ler. Juro. É i-m-p-o-s-s-í-v-e-l não se apaixonar pelo modo como ela escreve. 

E para quem está se perguntando quem é Jandy Nelson eu esclareço que é a mesma autora do livro O Céu Está em Todo Lugar. Ainda sem saber? Confira a resenha aqui

Então como eu já conhecia a escrita dela, não me surpreendi, apenas também me encantei com Eu te darei o sol. O livro fala sobre a história de dois irmãos gêmeos, Noah, um garoto meigo e magnífico desenhista, e Jude, uma garota extrovertida, também talentosa para a arte, mas não tão apaixonada por ela quanto Noah.

Os irmãos, apesar de se amarem muito e terem aquela forte ligação que dizem que todos os gêmeos têm, são muito competitivos. Noah acredita que o pai prefere Jude, então ele se esforça para ser o preferido da mãe. Jude acredita que está sendo excluída por Noah e sua mãe serem tão apaixonados por arte, então ela apronta para que Noah seja um pouquinho prejudicado. Eles se amam, fazem tudo um pelo outro, mas ao mesmo tempo vivem em pé de guerra. 

Como todo bom romance precisa de uma boa história de amor, aqui nós podemos conhecer duas (e uma pincelada de outra envolvendo um escultor meio esquisito). Noah não é um garoto de fazer muitas amizades, e quando ele conhece o novo vizinho logo eles percebem que têm uma conexão muito forte. Noah se sente muito atraído pelo amigo, mas teme a reação dele e das demais pessoas. O romance deles fica mais na amizade durante boa parte do livro. E se eles terão coragem ou não para viver esse amor eu deixo essa curiosidade para vocês... Hahaha!

Jude é mais louquinha, ela comete alguns erros e paga pela consequência deles. Se apaixona pelo cara errado e depois pelo cara certo, apesar de parecer ser errado também. O problema é que ele é meio bad boy e não quer ferir os sentimentos dela, nem tem coragem para se entregar... Será que ele fica assim até o final do livro?

A morte de uma pessoa querida faz com que os irmãos se afastem ainda mais um do outro, mas essa tragédia serviu para que eles descobrissem segredos sobre sua família, descobrissem que "errar" faz parte, que o perdão é necessário, que é preciso coragem para ser quem você é, que viver a vida não é uma questão de estar certo ou errado, às vezes só é preciso compreensão. É preciso saber aceitar certas coisas que não podem mais ser mudadas. E também é preciso coragem para amar.

Eu te darei o sol é um livro encantador. Jandy Nelson escreve com muita sensibilidade sobre temas polêmicos. Cativa o leitor com sua linguagem poética, brinca com as palavras usando muita criatividade para descrever o cotidiano. Faz com que o leitor se apaixone perdidamente pelos personagens, enfim... Eu te darei o sol é um livro que todo mundo precisa ler.

Resenha do livro As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender

2 de julho de 2015

O título, a capa e a sinopse não despertaram minha atenção, por isso esse livro ficou guardadinho na estante por um bom tempo. Mas eu não julgo nenhum livro sem abri-lo, portanto, li e posso dizer que foi uma leitura maravilhosa.

Gosto de literatura fantástica. Não tenho muitos livros do gênero, mas gostei de todos que li. O mais interessante nesses livros é que os personagens são pessoas muito distintas e cada uma tem um papel especial. As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender conta a história de uma garota que nasceu com asas. Mas antes de contar a história de Ava, a personagem faz um passeio pelo passado e relata a vida de seus ancestrais. Então são gerações da família Roux descritas no livro. Cada um com histórias incríveis e desfechos fantásticos.

Para não tornar a resenha muito longa, vou apenas mencionar duas personagens (mas afirmo que vale muito a pena conhecer as demais).

Viviane Lavender é a mãe de Ava. Ela teve um amigo de infância, cresceu junto com ele e se apaixonou. Eles se amavam, mas o rapaz não teve forças para superar alguns desafios e abandonou Viviane. Ela criou os filhos com a ajuda da mãe e de um amigo e por 15 anos esperou que seu amado voltasse. Foi triste ver uma personagem tão cheia de vida depositar toda a sua existência nas mãos desse rapaz. Viviane deixou de existir, mergulhou em sua própria solidão e assumiu uma postura bastante passiva diante da vida. Mas no final do livro ela ganha vida novamente. Pois quando finalmente reencontra seu amado, tudo muda. Há uma grande descoberta!

Ava Lavender é quem narra a história de todos esses outros personagens, uma garota que tenta descobrir quem ela é, pois já foi confundida com um pássaro e um anjo, mas ela é só uma garota tentando ter uma vida como qualquer outra. Apesar de ter asas, achei que ela era a mais "normal" da família. 

O livro aborda o amor e a decepção. Parece que todos os personagens tiveram suas decepções amorosas, e cada um superou do seu jeito.

As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender é um livro um livro delicioso de ler, pois encanta. Vale a pena conhecer.


Resenha do livro Vango - Entre o Céu e a Terra

1 de julho de 2015
 

Vango - Entre o Céu e a Terra é um livro diferente de tudo que já li. Foi uma leitura bem especial e vou recordar com carinho a oportunidade que a Editora Melhoramentos me deu de conhecer essa história tão incrível. O livro já foi publicado em mais de 20 países. Foi escrito pelo francês Timothée de Fombelle. 

A história de Vango tem início em 1918, onde ele foi encontrado junto com sua babá em uma ilha por moradores locais. Essa mulher, que apenas ficou conhecida como "Mademoiselle", supostamente perdeu a memória e não relata a ninguém seu nome, nem de onde vem, ou seja, ninguém sabe sobre sua história. Ela acabou ficando nessa ilha após um dos moradores ceder sua humilde casa. Vango foi criado explorando a natureza local até que após um incidente ele conhece uma nova ilha e lá, novos habitantes. Quase ninguém sabia da existência desses habitantes nessa ilha, e através dessa descoberta, Vango inicia uma jornada de aventuras onde irá descobrir mais sobre o mundo e sobre ele mesmo.

O livro é dividido em três partes e contém 33 capítulos. Cada capítulo narra passagens importantes da História mesclado com a ficção da história de Vango. Pois a história de Vango ocorre no período entreguerras e inclusive o livro menciona os principais líderes da época como Hitler, Stalin e também pessoas que se destacaram como Hugo Eckener, Grace Marguerite, etc.

Voltando ao nosso querido personagem, a origem de Vango é um mistério. Ele só sabe que é perseguido e que as pessoas a sua volta morrem ou desaparecem. Somente uma pessoa é capaz de esclarecer a Vango o mistério de sua existência, mas para protegê-lo, Mademoiselle não o faz.

Mas quando a perseguição aumenta, os inimigos se aproximam, Vango descobre que não é apenas um garoto órfão que foi criado numa ilha, pois pessoas muito poderosas o procuram. 

Para enriquecer essa aventura o livro é composto por personagens inusitados, passagens bem-humoradas e um pouco de romantismo. Pois Vango é amado por uma jovem corajosa e destemida, Ethel, e juntos eles irão procurar desvendar todo esse mistério. 

Mas nós, leitores, vamos continuar cheios de expectativas, pois só vamos conhecer a origem de Vango no segundo livro, Vango - Um Príncipe sem Reino.

Recomendo o livro, pois a história é fabulosa!