8 de agosto de 2017

Resenha do livro Um lugar para o amor


Esse livro ficou um tempão na minha lista de leitura. Mas deixei para ler apenas no momento que considerei mais oportuno. Aquele momento que eu estava a fim de uma história de amor suave, tranquila... O livro não me decepcionou. Ele é bem gostoso de ler. Mas, em alguns momentos achei o Ryan Devaney um pouco grosso. 

Sinopse

Ele vivia na solidão do passado... Mas não tardaria para o presente invadir seus dias! 

Abandonado pelos pais e separado dos irmãos, Ryan Devaney jamais deixou que alguém se aproximasse demais. Afinal, as pessoas não ficavam por muito tempo. Mas sua sorte muda quando a porta de seu bar irlandês é escancarada por uma ruiva intensa e apaixonada pela vida. Maggie O'Brien decide que chegou a hora de derrubar de uma vez por todas a muralha de gelo em torno do coração de Ryan. Ele insiste em afirmar que não acredita no amor, mas o sorriso radiante e o toque carinhoso de Maggie fazem com que mude de ideia pouco a pouco. Um espírito solitário que encontra conforto... O despertar de sonhos há muito esquecidos... Ryan se dá conta de todo o tempo perdido e agora seu maior desejo é reencontrar os irmãos. Mas ele estaria pronto para aceitar o desafio de Maggie, e reservar dentro dele um lugar destinado ao amor dela - para sempre?

Amo essas histórias em que o mocinho é uma pessoa fechada e só se abre quando o verdadeiro amor chega. Para mim, tem algo especial nisso. 

Maggie foi bastante paciente. Aliás, ela foi mais que isso: foi bem direta e um pouco insistente. No entanto, ela insistiu porque sabia que Ryan a queria, só estava resistindo ao amor. 

Outros personagens são bem interessantes também, como a família da Maggie e o padre nada discreto. 

Um livro para ler em um final de semana para relaxar.

Um lugar para o amor é o primeiro livro da série Irmãos Devaney. Tenho interesse em ler os demais, mas não agora. 

Resenha do livro Confesse



Dos livros da Colleen Hoover Confesse foi o que menos me encantou. Olha que ela é uma autora que admiro e amei tudo o que ela escreveu até agora. Apesar de a história de Auburn ser comovente, a personagem não me cativou. 

Sinopse

Auburn Reed perdeu tudo que era importante para ela. Na luta para reconstruir a vida destruída, ela se mantém focada em seus objetivos e não pode cometer nenhum erro. Mas, ao entrar num estúdio de arte em Dallas à procura de emprego, Auburn não esperava encontrar o enigmático Owen Gentry, que lhe desperta uma intensa atração. Pela primeira vez, Auburn se vê correndo riscos e deixa o coração falar mais alto, até descobrir que Owen está encobrindo um enorme segredo. A importância do passado do artista ameaça acabar com tudo que Auburn mais ama, e a única maneira de reconstituir sua vida é mantendo Owen afastado.

Esse é o tipo de livro que não dá para comentar muito sem soltar nenhum spoiler. Portanto, vou dizer apenas que Auburn tem um motivo sério para não se envolver com Owen. E Owen é o tipo de pessoa que se prejudica para ajudar outra pessoa.

O passado dos dois é triste. A autora sempre aborda situações delicadas em seus romances. O problema é que Owen não foi um personagem que encantou muito. Talvez se eu não tivesse lido outros livros da Colleen poderia até ter gostado mais desse. No entanto, não me arrependo de ter lido. Na medida do possível, foi uma boa leitura.

Para conhecer outros livros da Colleen Hoover, clique aqui