Resenha de Quando eu era Joe

29 de março de 2014


Ty é um garoto de 14 anos que do dia para a noite vê sua vida mudar drasticamente. Ele presencia o assassinato de um jovem, aparentemente provocado por uma briga entre garotos. O que Ty não imagina, é que algumas dessas pessoas envolvidas fazem parte do crime organizado. Criminosos que a polícia não consegue deter.

Como testemunha deste crime, a polícia suspeita que a vida de Ty e sua mãe, Nicki, corre perigo. A polícia os coloca no programa de proteção à testemunha e Ty e Nicki mudam de cidade e de identidade.

Vivendo com a identidade falsa de Joe, Ty libera seus desejos que eram ocultos por sua timidez. Ele aproveita a popularidade de Joe na escola e se dedica aos esportes, a novas amizades e até outros relacionamentos com garotas, enfim, ele aproveita bem sua nova fase. Mas a vida de Ty não ganha apenas coisas boas com a nova identidade. Ele é obrigado a manter segredo até mesmo das pessoas que aprende a gostar e constantemente é lembrado que a sua vida ainda corre perigo.

O livro envolve suspense e muita emoção. A principal trama é ter a certeza se Ty é realmente inocente, se ele apenas testemunhou esse assassinato ou sabe mais coisas que poderiam ajudar a polícia. A mãe de Ty acredita completamente em sua inocência, mas os pensamentos do garoto às vezes revela coisas que põem em dúvida sua idoneidade.

Com certeza no decorrer da séria vamos conhecer mais sobre esse garoto e o que realmente aconteceu no dia em que o outro jovem morreu.

É um livro que recomendo. A Editora Novo Conceito está de parabéns por mais essa série.

A Trilogia do Mago Negro

18 de março de 2014
O Clã dos Magos

Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purifi car as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia, sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam.

Enquanto a multidão é expurgada da cidade, uma jovem garota de rua, furiosa com o tratamento dispensado pelas autoridades a sua família e amigos, atira uma pedra ao escudo protetor, colocando nisso toda a raiva que sente. Para o espanto de todos que testemunham a ação, a pedra atravessa sem difi culdades a barreira e deixa um dos mágicos inconsciente.

Trata-se de um ato inconcebível, e o maior medo da Clã de repente se concretiza: uma maga não treinada está à solta pelas ruas. Ela deve ser encontrada, e rápido, antes que seus poderes fiquem fora de controle e destruam a todos.

Confira a resenha aqui.

A Aprendiz

Sozinha entre todos os aprendizes do Clã dos Magos, somente Sonea vem de uma classe menos privilegiada. No entanto, ela ganhou aliados poderosos, como Lorde Dannyl, recentemente promovido a Embaixador. Ele terá, agora, de partir para a corte de Elyne, deixando Sonea à mercê dos boatos maliciosos e mentirosos que seus inimigos continuam espalhando... até o Lorde Supremo entrar em cena. Entretanto, o preço do apoio de Akkarin é alto porque, em troca, Sonea deve proteger seus mistérios mais sombrios.
Enquanto isso, a ordem que Dannyl está obedecendo, de buscar fatos sobre a longa pesquisa abandonada de Akkarin sobre o conhecimento mágico antigo, o está levando a uma extraordinária jornada, chegando cada vez mais perto de um futuro surpreendente e perigoso.

Confira a resenha aqui

O Lorde Supremo

Na cidade de Imardin, onde aqueles que têm magia têm poder, uma jovem garota de rua, adotada pelo Clã dos Magos, se encontra no centro de uma terrível trama que pode destruir o mundo todo.

Sonea aprendeu muito no Clã, e os outros aprendizes agora a tratam com um respeito relutante. No entanto, ela não pode esquecer o que viu na sala subterrânea do Lorde Supremo — ou seu aviso de que o antigo inimigo do reino está crescendo em poder novamente. Conforme Sonea evolui no aprendizado, começa a duvidar da palavra do mestre de seu clã. Poderia a verdade ser tão aterrorizante quanto Akkarin afirma? Ou ele está tentando enganá-la para que Sonea o ajude em algum terrível esquema sombrio?

Confira a resenha aqui

Fonte: Editora Novo Conceito.

Resenha do livro O Lorde Supremo



Impossível deixar as emoções de lado ao escrever sobre o último livro da Trilogia do Mago Negro. O Lorde Supremo me deixou encantada. A história de Sonea e do Clã dos Magos foi se tornando magnífica em cada livro. Fiquei com lágrimas nos olhos ao chegar ao final da trilogia. Queria que ocorresse de um modo diferente, mas foi lindo. E triste. Todas as lutas e guerras têm suas perdas, então é até justificável esse fim. E devemos considerar que a justiça foi feita, pois o Clã perdeu muito por seus julgamentos precipitados, e ainda os renegados tiveram seu momento de heroísmo e valor. Foi irônico e ao mesmo tempo gratificante ver “os grandes e poderosos” sendo protegidos por quem eles mais rejeitavam. E foi incrível ver a bondade das pessoas, que por tantos anos sendo oprimidas, os acolheram. A verdade é que tudo muda quando os inimigos batem à porta. 

Suspense, muita magia e uma boa dose de amor. Fiquei encantada em todas as páginas do livro. Mas sem dúvida, o que me fez perder o fôlego foi esse inesperado casal, o homem por quem Sonea se apaixonou. Um romance curto e intenso. Algo realmente que eu não contava. Trudi Canavan surpreende o leitor ao inverter o papel do bandido para mocinho. E por encontrar um par romântico para Sonea que não estava previsto desde o início da história. Achei bem interessante essa “surpresa” que a autora nos deixou.

Gostei muito dessa trilogia, O Lorde Supremo sem dúvida acaba de entrar para a lista dos meus livros favoritos. Passei horas e horas pensando nos personagens quando acabei de ler. Há quem diga que faltou mais história para o final. Não penso ser assim. As questões mais importantes foram abordadas. 

Para entender mais sobre a trilogia do Mago Negro, clique aqui

Resenha do livro A Aprendiz



A Aprendiz é o segundo livro da trilogia do Mago Negro. Como eu esperava, o livro dois trouxe mais emoção que o livro um, embora Sonea tenha sofrido até metade do livro as ameaças dos outros aprendizes do Clã, sem revidar. Às vezes era de perder a paciência tanta passividade da personagem, mas na verdade ela tinha seus motivos, e era melhor ser sensata a correr riscos. O aprendiz Regin se mostrou bastante maldoso e muitas vezes passava dos limites na perseguição contra Sonea. O que mais o irritava era aceitar que a ex-favelada tinha uma força e poder superior aos demais aprendizes. 

Cery faz falta nesse livro. Diferente do livro um, sua participação é bem pequena. Mas ocultamente ele está desenvolvendo um importante papel.

Um personagem que também se destacou muito foi Dannyl. Em sua viagem para assumir o cargo de segundo embaixador de Elyne ele descobriu muitas coisas interessantes, inclusive uma forte amizade com Tayend, que era seu assistente durante alguns momentos, fez com que Dannyl descobrisse mais sobre si mesmo. Muitas coisas são reveladas e a história ganha um mistério interessante.

Apesar de as coisas não acontecerem como Sonea espera, a aprendiz aumenta seu potencial como maga a cada dia, descobre coisas que não deveria e vê algo que pode mudar o destino do Clã, o que nos deixa cheios de expectativas em relação à continuação da história. 

Como comentei antes, O Clã dos Magos foi meio lento, A Aprendiz já nos deixou com uma vontade incontrolável de continuar a história. E O Lorde Supremo, já adianto, supera todas as expectativas.