13 de dezembro de 2011

Resenha do livro Os Guardiões - Liana Zecca




Recebi o livro “Os Guardiões” da escritora Liana Zecca e posso dizer que foi um dos melhores presentes que recebi em 2011. O livro é belíssimo. A história é encantadora. Quando terminei de ler pensei na imensa responsabilidade que tinha em escrever uma resenha que realmente pudesse transmitir a grandiosidade dessa história que é linda, comovente, instrutiva e acima de tudo que cria em nós o desejo de olhar a nossa volta e perceber a nossa natureza sendo devastada e junto com ela nossos animais, nossa cultura, e as nossas raízes indígenas. 


Liana Zecca nos permite fazer essas reflexões e aborda os temas relacionados a preservação de um modo bem sutil. Quando falo sutil é por que ela mescla esse tema junto ao romance vivido por Adélia, uma mulher que acabara de completar 50 anos e mesmo tendo tido uma vida relativamente boa, ainda não tinha encontrado a plena satisfação, pois ela acreditava que cada pessoa tinha uma missão e em seus 50 anos de vida, ela ainda não tinha encontrado a dela. Tinha vivido alguns romances, mas nunca havia encontrado um verdadeiro amor. Diante disso Adélia resolve deixar tudo para trás e encarar uma jornada indo até ao Peru fazer a trilha Inca até Machu Pichu entre outras trilhas até ao Equador. Adélia não tinha certeza em busca do quê ela estava indo, mas sabia que tinha que partir, e seu destino era o Peru. Lá encontraria um guia para ajudá-la em sua jornada.


Chaski era o guia ideal, um índio peruano que conhecia melhor que ninguém todas aquelas trilhas. Apesar de ter 60 anos, Chaski era másculo e jovial, sua vida como andarilho e longe dos vícios o ajudou a ser um homem de boa aparência, saudável e forte. Fato esse que não passou despercebido por Adélia, que logo se sentiu atraída por aquele índio. Chaski sentiu o mesmo por Adélia, mas ambos não admitiram isso logo de imediato. Controlaram essa paixão até quando não puderam mais. E a partir de então toda a história passa a fazer sentido para ambos. Os pesadelos que Adélia tinha desde criança passaram a ganhar um significado maior, ela começou a compreendê-los. Então os mistérios começam a ser desvendados, Adélia passa a compreender a razão de se sentir inspirada a fazer essa viagem e aos poucos ela vai descobrindo a sua missão. 


Durante o percurso, Chaski ensina Adélia a sobreviver em meio à natureza, ela aprende a caçar, a usar o arco e a flecha, a se defender dos animais e outros perigos, a conhecer ervas medicinais e o mais importante, a amar sem restrições. Graças à companhia e amor de Cheski, Adélia se descobriu como guerreira e mulher.


Não preciso nem falar que amei o livro! E é óbvio que recomendo sua leitura. Eu fiquei feliz e encantada por ter mais uma prova de que temos em nosso país excelentes escritores. “Os Guardiões” é um livro digno de ser apreciado e explorado. A escritora ainda nos presenteou no final do livro com um poema seu, que é uma homenagem a todos os índios (bolivianos, peruanos, equatorianos e americanos). Foi uma junção perfeita, o romance e o poema, pois o poema nos faz refletir sobre toda a história e faz nascer em nós o desejo de preservar a nossa história, a nossa natureza e a nossa vida, o nosso passado e o que estamos deixando para o nosso futuro.



Autor: Zecca, Liana



6

6 comentários:

  1. Elaise, não sei nem como agradecer por tão lindas palavras, Os Guardiões é meu primeiro livro e esta resenha a primeira que recebo e como um primeiro amor, eu jamais vou esquecer.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Liana. Eu amei seu livro e escrevi essa resenha de coração!
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. No último dia do ano de 2011 acabei a leitura do Livro Os Guardiões. Um bom livro, digno de ser apreciado e recomendado. A autora Liana Zecca criou uma historia fabulosa narrada com uma escrita minuciosa, rica em particularidades e transformações, em alguns momentos a forma como escreveu detalhes pareceu dominar o estilo Machadiano. Basta-me dizer: Adorei a leitura e se querem livros bons para ler em 2012 este é um; portanto, este livro é por mim RECOMENDADÍSSIMO!

    ResponderExcluir
  6. Ameei, eu quero ler agora. E autora nacional? Ai que dá vontade hehe
    Linda resenha, me esclareceu tudo sobre esse livro,e eu sei que se eu for ler, não irei me arrepender ;D
    Ficou a dica, valeu. *--*
    Estou seguindo com maior prazer hehe
    Sucesso SEMPRE, beeeijão ;*


    Ewerton Lenildo – Academia de Leitura
    papeldeumlivro.blogspot.com
    @Papeldeumlivro

    ResponderExcluir