11 de outubro de 2017

Desafio literário: Os olhos do dragão


Nunca li nada do Stephen King. E, para ser honesta, não tenho vontade de ler. Embora muitas pessoas que conheço, e que são fãs de seus livros, garantam que não se trata apenas de terror. Sem dúvidas, com os títulos e a quantidade de leitores, ele deve ser um baita escritor. No entanto, ainda tenho o pé atrás em conhecer suas obras. Puro medo mesmo! 

Mas, um dos clubes literários on-line dos quais participo lançou um desafio: Os olhos do dragão. Por não ser terror, topei. Espero não me decepcionar.

Sinopse

Em Delain, um reino muito distante, viviam o rei Roland e seus dois filhos, Peter e Thomas. Roland não era exatamente o que se esperava de um rei. Apesar de se esforçar para não prejudicar seu povo, não conseguia realizar grandes feitos. Enquanto teve a seu lado a rainha Sasha, as coisas ainda corriam bem. Sasha preocupava-se com os habitantes de Delain e dava conselhos decisivos a Roland. Sua bondade conquistou o povo, mas alimentou o ódio de um perigoso inimigo — Flagg, o feiticeiro do reino.
Um dia, de forma súbita e suspeita, a rainha morreu. Mas Flagg ainda não se dava por satisfeito. Tinha planos para dominar Delain e, para isso, precisava eliminar todos que estivessem em seu caminho. Para começar, era preciso livrar-se do tolo Roland, depois afastar o jovem Peter e levar ao trono o pequeno Thomas — que Flagg tinha a certeza de conseguir controlar.
Com a habilidade de sempre, Stephen King constrói um conto de fadas fascinante que envolve príncipes amaldiçoados e um feiticeiro demoníaco. Na batalha entre o bem e o mal, a vida de um reino repousa nas mãos de dois jovens, que terão de superar obstáculos para conquistar o direito à justiça e verão sua coragem ser duramente testada. Nesse jogo eletrizante de armações, manipulações e magia, apenas um lado sairá vencedor.

Quando eu ler, volto para dizer o que achei.
0

0 comentários:

Postar um comentário