Resenha do livro As Violetas de Março

18 de novembro de 2017 0 comentários

Sarah Jio é uma escritora por quem já tenho um certo carinho. Sua escrita é sensível e suas histórias de amor comoventes. As Violetas de Março estava guardadinho na minha estante só esperando pela oportunidade de ser lido. E essa oportunidade veio quando ele foi escolhido em um dos grupos de leitura do qual faço parte para ser o livro do mês. 

Emily Taylor é uma escritora que fez bastante sucesso com o seu primeiro livro. No entanto, após isso, o bloqueio veio e ela não conseguiu escrever mais nada. Emily estava passando por um momento difícil, pois estava se divorciando. E para curar seu coração ferido ela decide passar algumas semanas em Bainbridge - a ilha onde passava os verões quando era menina.

Hospedada na grande casa de praia de sua tia Bee, Emily encontra no quarto um antigo diário e começa a lê-lo com bastante interesse. Sua curiosidade em torno da história aumenta ainda mais quando ela descobre que a história relatada envolve sua família e um grande segredo envolve seus antepassados e os antigos habitantes da ilha. 

Emily reencontra um ex-amor da adolescência e um novo homem por quem seu coração começa a bater mais forte. Emily precisa encontrar o equilíbrio entre as emoções do passado, presente e o futuro que lhe aguarda. E para isso ela precisa abrir a mente e o coração para o amor e o perdão.

Sarah Jio mais uma vez envolve o leitor em uma história cheia de drama e com personagens misteriosos e intrigantes. O livro nos traz reflexões sobre a vida, o tempo que desperdiçamos com sentimentos e atitudes cheias de impulso que nos levam a escolhas inadequadas. 

Recomendo a leitura e indico também os demais livros dela.

Conheça: O bangalô.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB