Resenha do livro Restaura-me

6 de junho de 2018 0 comentários

Li a trilogia Estilhaça-me entre 2012 e 2014. Lembro que fiquei encantada com a leitura. A autora tem um jeitinho muito especial de escrever e eu me encantei. No desenrolar da trilogia, não gostei muito de algo que a autora fez com um dos personagens, mas não deixei de apreciar a leitura por causa disso.

Quando eu vi este ano que a autora resolveu dar continuidade à série, fiquei muito feliz; mas, ao começar a ler o livro...

Talvez eu tenha amadurecido um pouco em relação à vida de leitora de 2014 para cá, pois a leitura não me viciou, como ocorreu há 4 anos.

Esse é um risco que o autor corre de mexer em algo que já tinha se encerrado muito bem. Mas, vamos com calma, afinal, ainda temos mais dois livros pela frente. Isso mesmo, a série ficará com 6 livros.

Vamos falar sobre Restaura-me:

No início do livro todos os personagens estavam um pouco perdidos. Senti falta da Juliette letal. No lugar dela, há uma menina um tanto desorientada. Tudo bem, se tornar a Comandante Suprema de uma hora para outra não deve ser nada fácil. Ela precisaria muito do apoio do Warner. E ele a apoia, mas não a prepara. Há desafios demais para Julliette, ela precisaria estar a par de muitas coisas, mas, por temer revelar seu passado obscuro, Warner se fecha. Eu senti muita falta do Warner poderoso e imponente. Ao invés disso há um rapaz muito confuso, preocupado com o que a Juliette vai achar dele. O Adam está inseguro e muito ausente nesse livro. A autora quase o esqueceu. Kenji é o único que não sofreu mudanças. Continua sem noção e engraçado. Só que menos engraçado.

Outra coisa que senti falta foi da química entre Warner e Juliette. Há cenas românticas, mas elas não me convenceram muito. Juliette passa muito tempo reclamando que Warner esconde as coisas dela, mas eles estão juntos não tem nem um mês! Claro que não dá para conhecer o passado inteiro dele nesse tempo.

Enfim, também não engoli o fato de que Warner, Adam e Kenji passaram por um treinamento militar muito rigoroso, mas como eles baixam a guarda nesse livro, hein?

Então, detestei o livro? Não. Jamais. Recomendaria? Sim. Pois a história em si é legal. Por ter tido uma pausa um pouco longa entre as publicações, parece um recomeço. Acredito que os próximos livros serão bem legais. O final deixou gostinho de quero mais, pois muita coisa vai ser explicada sobre o passado de Juliette.

Conheça mais sobre a série Estilhaça-me aqui.

Leia também: Fragmentados.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB