20 de setembro de 2018

Resenha sobre o livro Esplendor da Honra


Faz muito tempo que eu não lia um romance de época. Também não conhecia os romances dessa autora.

Em Esplendor da Honra conhecemos Madelyne, irmã do Barão Louddon, um homem mau que tem como principal inimigo o Barão Duccan Wexton. A história começa quando Duccan rapta Madelyne em seu castelo, acreditando, assim, que irá se vingar de Louddon devido a um mal que ele causou em sua família. O que Duccan não esperava, era que a doce Madelyne fosse completamente diferente do seu irmão, e ele caiu de amores por ela.

A vida de Madelyne na casa dos Wexton é cheia de "romance" e diversão, pois Madelyne acaba causando algumas confusões. Mas ela também é adorada pelos irmãos de seu raptor, Gilard e Edmond. E, aos poucos, também de torna amiga de Adela, a irmã mais nova de Duccan. 

Apesar de viverem em épocas de guerra, a história em si é tranquila, são poucas as cenas de ação.

No final, Louddon exige que sua irmã retorne, alegando que Duccan a raptou. E foi mesmo, só que no meio do processo eles se apaixonaram e viveram uma bela história de amor. Mas, como convencer o Rei que Madelyne não foi abusada e a justiça que Louddon afirma buscar é um tanto falsa?

Esplendor da honra não é um livro maravilhoso, mas valeu a leitura.

Leia também: Entrelinhas
0

0 comentários:

Postar um comentário