Resenha sobre o livro O Mundo Depois

10 de agosto de 2019

O Mundo Depois é o segundo livro da trilogia Fim dos Dias. Foi publicado em março de 2017 pela Verus Editora.

O livro é dinâmico, pois a vida de Penryn continua repleta de emoções. Sua irmã, Paige, agora possui cicatrizes no rosto e uma dentição que parece uma navalha. Por conta disso, todos na resistência passam a temer a menina. A mãe de Penryn também causa temor, pois todos sabem que ela é louca. 

Penryn é a única considerada normal, mas o fato dela quase ter morrido e ter sido resgatada pelo anjo das asas negras fez com que o líder da resistência ficasse com um pé atrás com ela. 

Quando Paige é capturada, Penryn parte em busca da menina. Cheia de empatia, ela procura ajudar alguns prisioneiros e acaba se complicando ainda mais. Porém, quando Penryn tem a oportunidade de ir até o novo local onde os anjos se reúnem, ela não perde a chance de ir em busca de uma solução para o "problema" de sua irmã. Uma grande surpresa acontece nessa reunião. Penryn tem a chance de reencontrar Raffe, o que é muito bom, pois ele achava que ela estava morta.

Penryn agora conta com a companhia de Raffe para ajudá-la, mas os dois ainda têm que enfrentar muitas coisas para conseguirem seus objetivos. 

Acho interessante o quando Raffe resiste ao sentimento que tem por Penryn. Ele sabe que ter um relacionamento com ela só complicaria as coisas ainda mais. No entanto, é lindo ver o cuidado que um tem com o outro. Durante os desafios, eles se completam. 

O terceiro livro da trilogia se chama Fim dos Dias.

0 comentários:

Postar um comentário