Resenha sobre o livro Romance Tóxico


Sinopse

Uma história contemporânea, comovente e incrivelmente honesta sobre como encontrar forças para se libertar de relacionamentos tóxicos.

Grace quer sair de casa. Ela se sente sufocada pelo padrasto agressivo e pela mãe obsessiva, que a faz esfregar o chão até toda a poeira (que só ela enxerga) sumir. Quer ir embora da cidadezinha onde mora, na Califórnia, pequena demais para seus sonhos. Quer fugir da vida que leva e se tornar uma artista em Paris, uma diretora de teatro em Nova York… qualquer futuro que seja distante do medo e da solidão que sente.

Então ela se aproxima de Gavin: charmoso, talentoso e adorado por todos da escola. Quando os dois se apaixonam, Grace tem certeza de que aquele romance é bom demais para ser verdade. Mas as suas amigas enxergam um outro lado do garoto — controlador e perigoso —, que, com o tempo, vai transformar o relacionamento dos dois em uma prisão da qual Grace será incapaz de escapar sozinha.

Resenha com spoiler

 mencionei aqui no blog diversas vezes que gosto de ler sobre relacionamentos tóxicos. Embora às vezes a leitura seja difícil, é um tema que desperta minha atenção. Gosto de analisar os pormenores quando leio um livro assim.

Grace tinha uma paixão platônica por Gavin. Ela achava que ele era bom demais para ela, já que ele era o artista popular e ela uma simples garota.

Quando a namorada de Gavin termina com ele, Grace vê a oportunidade de se aproximar dele. Esse foi o primeiro erro dela. Na verdade, o garoto havia tentado suicídio por causa do término do namoro. Grace manda um bilhete de conforto para ele e, por causa desse bilhete, Gavin passa a "enxergar" Grace.

Eu fiquei pensando... Como essa garota não percebeu que tinha algo de muuuito errado com o garoto? Mas, tudo bem, ela estava apaixonada e queria consolar o garoto de coração partido.

Os dois começam uma espécie de amizade próxima, muito próxima, mas sem ser namoro. Gavin dá aquele alerta que todo abusador dá: "cuidado comigo, fique longe de mim..." Parece que quanto mais eles falam isso, mas atraída a garota fica.

Depois de um tempo, eles começam a namorar. Gavin é o namorado perfeito, gentil, atencioso. Como Grace tem problemas com a família, problemas mesmo, um padastro mau e uma mãe quase louca, Gavin sempre está por perto para confortá-la. E ele conforta mesmo. Dá muito apoio a ela. O problema é quando ele começa a mostrar o outro lado. 

Gavin desiste de ir para uma boa faculdade só para não ter que ficar longe de Grace, mas ele não diz isso de imediato. Diz para ela que não foi aprovado. Quando chega a vez de Grace se inscrever para a faculdade é que Gavin traz a verdade à tona porque não quer que ela vá morar longe e, se ele fez o sacrifício de deixar de ir para a faculdade dos sonhos, ela deve fazer o mesmo.

Grace se vê perdida com as coisas que têm que abrir mão por causa de Gavin. Mas, ao mesmo tempo que ele tira coisas dela, ele também oferece outras coisas... Então, ela fica confusa. Suas amigas começam a alertá-la sobre o quanto esse relacionamento está fazendo mal a ela, mas Grace demora a perceber, ou a aceitar... e vai se perdendo cada vez mais.

Depois de um tempo Grace percebe que não dá mesmo para levar o relacionamento adiante. Gavin a vigia o tempo todo, a ameaça, tenta suicídio também... Enfim, a garota sofre para se ver livre disso.

O apoio das amigas foi fundamental, essa foi a parte bacana da história.

Recomendo a leitura para quem gosta desse tema.

O livro está à venda na Amazon, através deste link.

Leia também: Belo Desastre

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha sobre o livro Vampiros em Dallas

Resenha sobre o livro Stars: as estrelas entre nós

Resenha sobre o livro Morto até o anoitecer