Uma luz em minha vida - Elaise G. Lima

 



Olá, apreciadores da leitura!

Para comemorar a nova capa do livro Uma luz em minha vida, resolvi deixar aqui um trecho do livro com vocês. Espero que gostem. 

Tudo correra conforme o esperado na faculdade. Eu não era mais o motivo de comentários, os amigos de Gustavo provavelmente estavam à procura de outra vítima para se tornar merecedora dos escárnios deles.

O mês de março passou rápido, e eu dedicava a maior parte do tempo aos estudos e trabalho. Estudava a maior parte do tempo, tanto para garantir as boas notas como para fugir da melancolia que às vezes insistia em ser minha companheira.

Nada de diferente do habitual acontecia, e os dias eram sempre iguais, com exceção de uma sexta-feira em que eu almoçava sozinha e de repente Gustavo apareceu e sentou-se à mesa.

− Eu queria falar com você − falou com seriedade. Era a primeira vez que eu não via um ar de zombaria no semblante dele. Por isso permaneci à mesa para ouvi-lo.

− O que você quer? − perguntei com frieza.

− Eu sei que deveria ter falado com você antes. Eu só queria dizer que aquilo que os garotos da turma estavam falando era tudo brincadeira. Não havia nenhuma aposta, pelo menos de minha parte...

− Por que você está me explicando isso? Que diferença faz agora? − falei interrompendo-o.

− Eu só queria que você não ficasse chateada comigo.

− E desde quando o que eu penso ou como me sinto importa para você?

− Pietra, eu acho você uma garota legal. E sei que é diferente das outras. Por isso me importo.

Eu não tive tempo de responder mais nada. Os garotos da turma apareceram ao longe e, ao avistá-los, Gustavo se levantou e saiu.

Ficou claro que ele não queria que os amigos o vissem conversando comigo. E ficou claro para mim o quanto ele era covarde agindo de modo que não comprometesse sua reputação de garoto de classe social elevada que não se misturava com pessoas desprovidas dos mesmos bens materiais.

Definitivamente eu não suportava o Gustavo e garotos como ele, mas, infelizmente, meu convívio com eles, pelo menos na faculdade, era algo que eu não podia evitar. Quando Gustavo me ignorava, as coisas eram mais suportáveis, mas depois da conversa no Restaurante ele sempre arrumava um jeito de, discretamente, se aproximar de mim e tentar conversar um pouco. Eu o evitava na maioria das vezes, mas quando isso não era possível, eu trocava algumas palavras com ele e em seguida arrumava uma desculpa qualquer e me afastava.


Uma luz em minha vida está à venda na Amazon. Vocês podem comprá-lo através deste link. Será uma ajuda enorme para mim. Obrigada!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Menestrel - William Shakespeare

Resenha do livro O Conde de Monte Cristo

A arte de perder - Elizabeth Bishop