11 de outubro de 2018

Resenha sobre o livro A Casa


Este é o segundo livro do autor nacional, Tiago Dias, que leio. E, para minha surpresa, quando recebi o livro percebi que se tratava de uma história com um pouco de terror. Não leio esse estilo literário porque sou uma pessoa extremamente medrosa. Mas, A Casa acabou me conquistando e eu amei ter conhecido essa história.

Tudo começa com a família Martinez deixando a cidade grande para ir morar em uma pequena cidade. A família estava em busca de mais tranquilidade, de um clima ameno, enfim, tudo o que uma cidade do interior tem a oferecer.

Eles haviam comprado uma casa que ficava um pouco afastada da cidade, uma casa boa, espaçosa, onde poderiam viver com conforto. No entanto, havia uma lenda sobre essa casa que os moradores da cidade pareciam verdadeiramente acreditar. E como forasteiros, a família Martinez comprou essa casa sem nem ter ideia de onde estariam se metendo. 

A família Martinez é composta por Lucas, que é aquele cara bem gente boa, tranquilo, ótimo marido e excelente pai. Sara, a esposa. E Marcelly, a filhinha de três anos. 

A história gira em torno da chegada deles à cidade e a adaptação nessa nova moradia, quando fatos estranhos começam a acontecer na casa. 

Há também vários personagens secundários na história, e o que eu achei mais interessante é que autor soube ligar cada um deles à história principal. Ou seja, ninguém fica perdido, não há pontas soltas, tudo tem uma ligação. 

Entre esses personagens tem Rose, uma senhora bem enigmática. Orlando e Mathias, os vilões. Alvarez e Eva, um casal que é importante prestar atenção à história deles, entre outros. Ah, e não subestimem o gatinho da história, Pipas. Esse gatinho é macabro. Rsrs.

A Casa é um livro com histórias tristes e assombrosas, mas que o autor soube transformar, através de uma escrita leve, em uma leitura prazerosa e interessante. Recomendo a leitura.

O livro está à venda no site da Amazon

Conheça também outro livro do autor: Novos Humanos

0

0 comentários:

Postar um comentário