9 de abril de 2019

Resenha sobre o livro Morto até o anoitecer


Ao procurar algo sobre vampiros para ler, acabei encontrando a série Sookie Stackhouse, que se tornou um seriado televisivo norte-americano com o nome True Blood.

A série é composta por 13 livros, mas poucos foram publicados no Brasil. E você não encontra mais essas publicações a não ser em sebos ou arquivos em PDF, com a tradução portuguesa. 

O primeiro livro, Morto até o anoitecer, apresenta Sookie, uma garçonete que é conhecida como louca pelos moradores de sua cidade pelo fato de ser telepata. Isso mesmo, Sookie lê pensamentos. 

Sookie mora na cidade de Bon Temps com sua avó e tem um irmão chamado Jason. A vida da telepata começa a mudar quando ela conhece Bill, um vampiro. Os vampiros conquistaram o direito de viver livremente entre os humanos, desde que "se comportem". Sookie aguardava ansiosamente pelo momento de conhecer pessoalmente um vampiro e quando Bill apareceu no bar em que ela trabalha, logo a garçonete se interessou por ele. 

Os dois começam a namorar, porém, com uma série de assassinatos ocorrendo na cidade, Bill se torna um dos principais suspeitos. 

A leitura é leve e prazerosa. Sookie é uma personagem legal, fácil de gostar. Bill é reservado e gostei do comportamento dele também. Mas o vampiro que promete trazer mais emoções ao longo da série é Eric, o líder. 

Sam é o chefe de Sookie, um homem com um passado misterioso. Ele sente uma forte atração pela garçonete, mas só deixa isso transparecer quando ela começa a namorar Bill.

No final do livro, o mistério de Sam é revelado. 

Gostei do livro e vou dar continuidade à leitura dos demais. 

Quem tiver mais recomendações de livros sobre esse tema é só me recomendar! 

Até a próxima! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário