Primeiras impressões sobre Simplesmente Blue

12 de outubro de 2019

Eu estava ansiosa para o lançamento desse livro. Não foram a sinopse nem a capa que me cativaram, mas o fato de ser um livro da Amy Harmon. Desde que li Beleza Perdida a autora conquistou um lugar no meu coração. Infinito + um foi outro livro dela que me conquistou. 

Espero poder adquirir Simplesmente Blue em breve. Por enquanto li apenas a amostra grátis. Talvez eu leia Correndo Descalça antes de adquirir esse, pois já o tenho aqui. 

Mas, vamos às primeiras impressões:

Blue Echohawk é uma garota que desconhece sua origem. Sua mãe morreu quando ela tinha 2 anos e depois disso ela foi criada por um índio chamado Jimmy. Com ele aprendeu muitas coisas relacionadas à arte com madeiras. 

Nos primeiros capítulos não há informações sobre o que aconteceu com Jimmy, mas na adolescência Blue passa a viver com Cheryl, mulher que a adotou. 

Blue é uma garota que se finge de durona, faz os colegas de escola a temerem. Se veste de maneira sexy e tem ar de indiferente. Mesmo assim não a achei chata. Desde o início dá para perceber que por trás da armadura há alguém com uma vida difícil. 

O par romântico de Blue será o Sr. Wilson, professor de história, mas o envolvimento entre eles ocorrerá mais tarde, pois no início a autora dá destaque a outros fatos relevantes à vida de Blue. 

Wilson é o oposto dela. Gentil, amoroso, paciente... Li em algumas resenhas por aí que ele é quase perfeito. 

Espero poder ler o livro completo em breve e depois disso corro aqui para contar como foi a leitura.

Abraços!

Leia também: Uma vida sem limites

0 comentários:

Postar um comentário