Resenha sobre o livro O Guerreiro Pagão

 


Olá, Apreciadores da leitura!

Chegamos ao sétimo livro das Crônicas Saxônicas. Já era para eu ter terminado essa série faz tempo, mas sinto a necessidade de fazer pausas entre um livro e outro. Eu amo essa série. As pausas não são por tédio. Garanto. Apenas preciso intercalar com outros livros que vão chegando, outras séries que preciso dar andamento... Enfim, vida de leitora é corrida e tem sempre mais livros na fila! 

Mas, vamos falar sobre o Uhtred? Ele continua incorrigível. Esse livro me arrancou boas risadas! Padre Judas? Fala sério! kkkkk

Contém spoiler.

A história inicia com Uhtred indo para um acerto de contas com uma pessoa, que nada mais é que seu filho mais velho, que resolveu virar padre. Essa decisão irritou e decepcionou muito Uhtred, que renegou o filho, lhe deu uma surra e um novo nome: Padre Judas. Porque para ele, sim, o filho foi um tremendo traidor ao se tornar cristão e não querer ser um guerreiro como o pai. 

Como é de costume na família quando o Uhtred mais velho morre, o filho mais novo, Osbert, passou a ser chamado de Uhtred. E para alegria de Uhtred, o pai, Osbert havia se tornado um excelente guerreiro, no entanto, faltava a ele a experiência da batalha, já que viviam em tempos de paz, o que irritava Uhtred.

Na confusão com os padres, Uhtred acabou matando um deles. Uhtred foi amaldiçoado e dessa vez a coisa se tornou mais séria, porque muitos de seus homens eram cristãos e acabaram acreditando mesmo que Uhtred estava amaldiçoado e o abandonaram quando o salão de Uhtred foi todo incendiado.

Mais uma vez Uhtred ficou pobre. Mais uma vez tentou retomar Bebbanburg, seu verdadeiro lar. E mais uma vez tiveram distrações para impedi-lo. 

Mais uma guerra foi iniciada. No entanto, esse livro focou mais nos preparativos para a guerra e as artimanhas de Uhtred. Mas, foi um livro bem interessante. 

Uhtred está velho. A maioria de seus inimigos está morta. Menos Cnut, que é quem espera matá-lo e desafia Uhtred para lutarem sozinhos. 

A história é tensa.

Uhtred filho é tão intransigente quanto o pai. Talvez agora seja a hora do filho brilhar. Vamos ver?

O Guerreiro Pagão está à venda através deste link.

Leia as resenhas dos seis primeiros livros através deste link.

Resenha escrita, agora é só começar a ler o oitavo livro, O Trono Vazio. Quem me acompanha? 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Menestrel - William Shakespeare

Resenha do livro O Conde de Monte Cristo

Resenha de Apegados