Resenha sobre o livro Pisando na bola

 


Pisando na Bola é o terceiro livro da série Grover Beach Team, da autora Anna Katmore. O primeiro livro se chama Drible do Amor, e você pode conferir a resenha que escrevi sobre ele clicando neste link. O segundo livro se chama A jogada perfeita, é a mesma história do primeiro contada pelo ponto de vista do mocinho. Não li todo o livro, mas é legal. Desisti da leitura porque a história estava recente em minha mente e eu preferi dar prioridade a outras histórias. Sabe como é, muita coisa para ler... 

Mas, vamos lá. Pisando na bola fala sobre Tony Mitchell, o melhor amigo da Lisa, personagem principal do primeiro livro. No livro Drible do Amor, Tony era um rapaz fofinho, amigo gentil, legal... Já neste livro, ele realmente pisa muito na bola, como o título já diz, e chega a ser um babaca muitas vezes. Caiu um pouco no meu conceito. Mas, a história é legal. 

Samantha Summers vai morar com os tios, que são os pais da Chloe, personagem do primeiro livro. Samantha, assim que vê Tony, se interessa por ele, mas, por ela ser prima da Chloe, que já teve um rolo com o Tony e tem sido má com ele desde que terminaram, Tony supõe que Samantha seja tão má quanto a prima, portanto, a trata mal. Essa atitude seria mais ou menos justificável. O problema da história é que Samantha passa a fazer parte do grupo de amigos de Tony, todos eles passam a sair juntos, fica provado que Sam não é como a prima, que ela é uma garota legal, mesmo assim o Tony continua a tratando mal. E isso não foi fácil de engolir. A questão é que ele estava se apaixonando pela Sam, mas não queria admitir isso para si mesmo, porque estava com medo de se machucar de novo. 

Apesar do Tony não ser legal nesse livro, a história ainda prende, acredito que por causa dos outros personagens. Ryan Hunter continua um fofo. Ele está bastante maduro e dá uns conselhos legais para o Tony. Inclusive é bastante paciente com o amigo, mesmo sabendo que Tony estava esperando o namoro dele com a Lisa terminar para poder tentar uma relação com a amiga. Isso mesmo. Tony acha que ainda está apaixonado pela Lisa. Ele não dá em cima dela, porque é muito amigo do Hunter também. Mas, deixa claro que se eles terminarem, ele entra na jogada. Só que, ainda bem, Hunter e Lisa estão firmes e muito fofos! 

Então, chega o  momento em que Tony percebe que está sendo um babaca, passa a ser mais legal com Sam e até tenta uma relação com ela. Mas... pisa na bola, claro. No final tem algumas cenas chocantes. Tony ajuda Sam, mas, ainda assim faz com que ela se sinta insegura. os dois precisam amadurecer e superar os desafios. Será que conseguem? Leia para ver. 

Pisando na bola está disponível pelo Kindle Unlimited. Confira neste link

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Menestrel - William Shakespeare

Resenha do livro O Conde de Monte Cristo

Resenha de Apegados